Conforme detalhei no artigo Luz: o elo obscurecido da saúde, todo o nosso funcionamento biológico é regido pela luz e pelo ciclo circadiano, ou seja, nossa saúde depende diretamente da nossa relação com o ambiente e com os ciclos de claridade e escuridão.

Quando esse ritmo diário é alterado, nosso metabolismo se prejudica.

Um dos principais fatores de desequilíbrio na atualidade é o excesso de luz azul.

Essa exposição constante causa danos aos olhos, afeta o nosso sistema hormonal e o metabolismo normal do organismo.

Embora se aponte que os raios ultravioleta sejam prejudiciais e devamos proteger os olhos (óculos escuros), o fato é que os raios ultravioleta não penetram na retina, mas a radiação azul, sim.

Além disso, o que é pouco compreendido é que na luz solar, tanto os raios UV, quanto os raios azuis são equilibrados pela radiação infra-vermelha, que possui efeito regenerador e protetor. Isso não ocorre com as luzes fluorescentes e de Leds, o que as tornam bastante agressivas.

Precisamos nos proteger desse excesso de luz azul, desta foto-toxidade.

Isso é especialmente importante para a saúde do globo ocular e para preservar a liberação de melatonina, que é absolutamente crucial para a saúde.

Aqui nesta seção, você encontra os dois melhores elementos para isso, o melhor software para filtrar a luz azul e neutralizar o "flickering" da tela do computador, o Iris, e a melhor opção de óculos disponível aqui no Brasil, por um preço baixo.

Em níveis mais perceptíveis a utilização dos óculos e do software irão melhorar a qualidade e a quantidade do seu sono (o que já é algo notável), proteger os olhos da formação de radicais livres e moléculas tóxicas, prevenir cansaço ocular e sintomas relacionados, como dor de cabeça.

São itens indispensáveis para quem quer ser realmente saudável na atualidade.